Imprudentes querem implodir a coalizão

Chinaglia faz média com a ‘Veja’ à custa da honra dos companheiros

Se instalar CPI seria apoiar Renan contra Abril, adiá-la não significará o oposto?

O presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia, declarou que decidiu não instalar a CPI da TVA/Abril “enquanto não houvesse julgamento do senador Renan Calheiros” para que não “interpretassem como contaminação uma interferência da Câmara, como observa a revista que fez as reportagens acusativas”, isto é, a “Veja”, carro-chefe da Abril, que é, exatamente, o objeto da investigação. A CPI nada tem a ver com Renan. Este é apenas o pretexto da “Veja” para impedir a CPI, destinada a apurar os ilícitos na venda, pela Abril, de ações da TVA à Telefónica de Espanha.

Página 3

Voltar

Paginas: 1 2  3  4  5  6  7  8

 

Páginas desta edição 
1 2 3 4 5 6 7 8
Índice
 Biblioteca
1992 2000
1993 2001
1994 2002
1995 2003
1996 2004
1997 2005
1998 2006
1999 2007
Matérias Especiais
Vídeos
Cartas
Assinatura

Não tropece

na lingua

Caderno Especial

O assassinato de Máximo Gorki

1 2

Caderno Especial Historia do PCUS

1 2
Expediente