EUA usa seus drones para atacar funerais no Paquistão

Relatórios confidenciais confirmam que os assassinatos realizados no Paquistão, pelos drones norte-americanos, são realizados contra civis por meio de "ataques por assinatura", que qualificam supostos terroristas por "comportamento" ou "sinais". Os documentos secretos foram obtidos pelo jornal McClatchy.

Os ataques relatados revelam o modo-operante por trás dos ataques, e destacam que os assassinatos estão relacionados a pessoas em supostos locais suspeitos, ou a pessoas que acompanham supostos suspeitos segundo a inteligência norte-americana. A estratégia é conhecida como "ataque por assinatura", ou seja, ataques baseados em "comportamento" ou "sinais" subjetivos que os EUA compreendam como vindos de terroristas.

Para o Relator Especial dos Direitos Humanos e Contra-Terrorismo da ONU, Ben Emmerson, "desde que Obama tomou o poder, ao menos 50 civis foram assassinados quando prestavam socorro a vitimas de ataques de drones, e mais de 20 civis foram atacados deliberadamente em funerais ou enquanto estavam de luto". Para Emmerson, "a posição do governo do Paquistão é clara", pois "não consentem com o uso de drones pelos EUA em seu território, e consideram essa política uma violação da soberania e integridade territorial do Paquistão".

Entre os "ataques por assinatura", esta o "sinal" ou o "comportamento" suspeito de participar de um cortejo fúnebre, ou ate mesmo ser o primeiro a reagir a um ataque de drones.

Os documentos ilustram a abrangência da "doutrina dos drones" norte-americana, relatando que houveram entre 1.990 e 3.308 assassinatos envolvendo ataques por drones desde 2004, em sua grande maioria, durante o mandato de Obama.

Durante os 12 meses seguidos de 2011, 43 dos 95 ataques reportados não foram a supostos terroristas. Sendo que 265 dos 482 assassinatos no período por esses ataques foram qualificados vagamente como "extremistas".

Neste ultimo sábado (13), em Washington a frente da Casa Branca, centenas de manifestantes protestaram contra os assassinatos promovidos pela política dos drones de Obama.


Capa
Página 2
Página 3

ANP diz que pretende entregar pré-sal às múltis de 2 em 2 anos

Advogados de réus da AP 470 repudiam Barbosa por cercear direito de recursos

Dilma parabeniza Nicolás Maduro pela vitória eleitoral na Venezuela

Lula aplaude Maduro e critica EUA: ‘vira e mexe os americanos cismam em contestar uma eleição’ 

Requião: governo caiu na armadilha da privatização

Gleisi rejeita respeitar autonomia do porto de Suape, como pediu Eduardo Campos

“Barbosa acha que pode tudo”, afirma líder da Associação dos Magistrados

Tarso: A “Grande Mídia” é intolerante -1

Banquete pago por advogado para Luiz Fux pega mal e é cancelado

Página 4 Página 5 Página 6

Atos em Washington e Nova Iorque exigem fechamento de Guantánamo

Torturas no campo de concentração leva a rebelião dos presos e greve de fome

   Portugueses exigem fim do arrocho e do desemprego em ato comandado pela CGTP

Ingleses lotam Trafalgar Square para expressar sua repulsa a Thatcher cantando: “A bruxa está morta!”

Guantánamo está me matando

RPDC quer que Coreia do Sul se desculpe por desrespeito à imagem dos líderes nacionais

EUA usa seus drones para atacar funerais no Paquistão

Página 7 Página 8

As razões da Coreia Popular frente à agressão dos EUA & seus satélites