Delcídio faz novas revelações sobre compra de Pasadena com participação de Dilma

O senador Delcídio Amaral (MS) vai apresentar ao Ministério Público Federal novas informações sobre a compra pela Petrobrás da refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), que envolvem a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. As informações serão incluídas no acordo de colaboração premiada do ex-líder do governo.

Delcídio disse a interlocutores que tem mais informações sobre o que levou a então ministra da Casa Civil e presidente do Conselho de Administração da estatal a aprovar a compra da refinaria, em 2006. Dilma alega que aprovou o negócio com base em um parecer do então diretor da Petrobrás Nestor Cerveró, que teria omitido cláusulas prejudiciais do contrato. O Tribunal de Contas da União (TCU) concluiu que houve prejuízo de US$ 792 milhões.

Segundo o jornal “O Estado de S. Paulo”, o senador contou ter ajudado Cerveró no auge da crise provocada pela compra de Pasadena. A partir daí, se informou sobre a operação, tendo descoberto que houve “ilícitos”. Ele sustentou que Dilma “tinha pleno conhecimento de todo o processo de aquisição e de tudo o que este encerrava”. Ele destacou ainda que a presidente é “detalhista” e “centralizadora”, e que alegar desconhecer cláusulas é “questionável”.

Delcídio revelou que a tramitação do processo de compra durou apenas um dia entre a reunião da Diretoria Executiva e a do Conselho de Administração. No total, a planta de refino custou aos cofres da Petrobrás US$ 1,3 bilhão.


 

 

Capa
Página 2
  Página 3

Povo brasileiro exige imediata convocação de eleições gerais

Partidos na ABI concluem: o caminho é chamar o povo às urnas e resolver a crise

Ministro da Justiça provoca revolta na PF

Para juristas, Sérgio Moro foi correto ao divulgar grampos

Lava Jato descobre o Setor de Propina da Odebrecht

Governo sofre derrota no STF e Lula continua fora do ministério

Página 4 Página 5

Metalúrgicos de S. José lançam campanha ‘Fora PT/PMDB/PSDB’

RJ: servidores voltam às ruas e secretário diz que salário poderá ser parcelado novamente

Governo do PR estrangula universidades estaduais exigindo transferência de 80% dos seus recursos

2,5 mil estivadores do Porto de Santos fizeram paralisação de 24 horas por reajuste salarial e direitos

Governo deveria desistir de alterar Previdência, diz Paim

Situação é de fome nas escolas de São Paulo, relata professora

ESPORTES

Página 6

Pacto UE-Turquia agrava a crise com deportação de refugiados

Argentina: pesquisa aponta redução drástica do poder aquisitivo dos 10% mais pobres desde a posse de Macri

Ministro do Trabalho inglês renuncia contra corte no orçamento para apoio a deficientes

Bruxelas: atentados deixam 34 mortos e mais de cem feridos

Exército sírio avança para retomar do EI cidade histórica de Palmira

Página 7

Raúl: ‘Normalização só com fim do bloqueio e volta de Guantánamo’ são essenciais”

Para Cuba, “direitos humanos e direitos sociais são indissolúveis”

Bloqueio dos EUA a Cuba é ‘Plano Marshall’ às avessas: perdas vão a US$ 121 bilhões

FDIM homenageia na ONU Vinnie Burrows, presidente da ‘Mulheres por Igualdade Racial e Econômica’- WREE

Bernie Sanders vence nas primárias internacionais do Partido Democrata

RPDC pede ao CS da ONU para tratar das manobras dos EUA/Seul

Banco dos BRICS começa a operarcom yuan em substituição ao dólar

Okinawa: marine estupra japonesa e multidão exige: fora tropas ianques

Página 8

História da Petrobrás - (5)