Estivadores enfrentam repressão da PM durante protesto em Santos 

Os trabalhadores portuários e estivadores realizaram protestos na última quarta-feira, 15, no litoral paulista, contra a proposta de reforma da Previdência do governo Temer. Durante o ato, os trabalhadores foram surpreendidos por ações truculentas por parte do Batalhão de Ações da Polícia Militar (BAEP) de Santos.

Desde o início da manhã, cerca de 300 portuários se concentraram em frente ao Posto 1 de escalação do Órgão Gestor de Mão de Obra (Ogmo-Santos), e de lá foram ao Terminal da Brasil Terminal Portuário (BTP), onde bloquearam parcialmente parte da Via Anchieta.

Quando os trabalhadores estavam se reunindo para dar início a uma assembleia foram surpreendidos pelos policiais militares. Cerca de 11 homens com escudos e cassetetes, começaram a disparar bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha para dispersar o movimento.

Segundo o presidente do Sindicato dos Estivadores de Santos, Rodnei Oliveira da Silva, “o coronel chegou atropelando todo mundo. Onde já se viu fazer isso? O trabalhador está em uma manifestação ordeira. Ninguém aqui fez nenhuma arruaça e a polícia já chegou atirando em todo mundo, nem conversou com ninguém”, disse Rodnei afirmando ainda que as ações do Baep “é uma vergonha”.

Os PMs perseguiram os trabalhadores pelo Centro Histórico de Santos. Segundo o jornal A Tribuna, os manifestantes tentavam se organizar em diversos locais do centro para continuar com os protestos contra reforma, entretanto eram desmobilizados novamente pela corporação com tiros de bala de borracha. De acordo com o Sindicato, várias pessoas ficaram feridas e três manifestantes foram presos durante confronto.

O término das agressões cessou por volta do meio dia, quando servidores municipais, estaduais e petroleiros se uniram aos Estivadores na Praça Mauá. Após o ato em frente à Prefeitura, os estivadores seguiram em passeata pela Avenida Perimetral até o terminal da BTP, onde um novo ato foi realizado.


Capa
Página 2
Página 3

Atos dizem NÃO a Temer & súcia em defesa da Previdência e CLT

Lula diz que quer resolver o “problema” da Previdência com Henrique Meirelles

Lava Jato quer punir criminosos, mas presidente do TSE se reúne com eles no Palácio do Planalto

STF vê indícios de crime ambiental em Padilha

Diretor da Odebrecht reafirma que Palocci é o “Italiano”

O sr. Rodrigo Maia e o desnudo da “reforma trabalhista” (Marco Antonio Campanella)

Supremo aceita denúncia contra deputado petista

Página 4 Página 5

SP: Metalúrgicos param vias contra assalto à Previdência

Estivadores enfrentam repressão da PM durante protesto em Santos

“Se a PEC passar, a polícia vai parar”, alertam agentes federais e civis durante manifestação

“PEC é retrocesso inadmissível que a sociedade brasileira não pode aceitar”, diz presidente da OAB

Justiça manda governo Temer retirar propaganda enganosa sobre reforma

Transporte para e população aplaude metroviários em greve

ESPORTES - Zagueiro marca e Palmeiras vence no apagar das luzes

Página 6

“Lava Jato” lusa flagra o conluio Odebrecht, Lula e premiê Sócrates

Lava-Jato flagra propina da Odebrecht por obra de hidrelétrica em Portugal

Argentinos promovem barulhaço contra tarifaço de Macri e arrocho que provoca o desemprego

Holanda: presepada antimuçulmana às vésperas da eleição dá vitória apertada a Rutte sobre Wilder

Herói grego condena os “ajoelhados diante dos poderes estrangeiros”

Guatemaltecos exigem renúncia de Jimmy Morales após a morte de 40 meninas asfixiadas

25 mil camponeses marcham até o Palácio Nacional: “Fora Jimmy” 

Página 7

Trump libera execuções com drones da CIA e desativa ‘terças da morte’

Justiça americana bloqueia novo decreto anti-imigrantes de Trump

Fed sobe 0,25% mas juro continua negativo


França: candidato François Fillon é indiciado por ter agraciado mulher e filhos com empregos-fantasma

“Escândalo dos nudes”: e como fica o moral da tropa na hora de tocar o terror “do alto de Montezuma às praias de Trípoli”?


Papa critica adoradores do dinheiro que fecham as fábricas e os empregos


Premiê Li Keqiang saúda ‘grande progresso do comércio sino-russo’

Intercâmbio Irã-Rússia cresceu 80% em 2016
 

Página 8

Os auditores fiscais da Receita contra as mentiras do governo sobre a Previdência