Lava-Jato flagra propina da Odebrecht por obra de hidrelétrica em Portugal 

É a título de propinas para intermediários da obra da hidrelétrica de Baixo Sabor, que são transferidos R$ 2,5 milhões em seis créditos, conforme depoimento da operadora do setor de propinas de Odebrecht, Maria Lúcia Tavares (denominado pela empresa de Setor de Operações Estruturadas) e que sairiam de uma denominada “Conta Paulistinha” integrante das suas planilhas.
Tais depoimentos, concedidos à Lava Jato, levaram o Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente (GEOTA) a apresentar queixa-crime por suspeitas de corrupção e tráfico de influência no âmbito do programa nacional de barragens, exigindo que sejam investigadas “decisões tomadas pelos responsáveis políticos e técnicos” envolvidos na construção dessas barragens “lesivas ao interesse público e frequentemente baseadas em informações falsas”. Mais uma das lambanças no estilo Odebrecht de obras inacabadas ou desastrosas através de contratos propinados e superfaturados.

PIXULECO LUSITANO

Em 24 de julho de 2014, foi detido o diretor executivo do Banco Espírito Santo, durante 22 anos, Ricardo Salgado. A detenção correspondia à mesma investigação que levaria Sócrates à cadeia, a Operação Monte Branco.

No início deste ano, em novo interrogatório, Salgado seria confrontado com novas informações, agora colhidas pela Operação Marquês, incluindo a existência de um setor especial no banco para a transferência de suborno e outros ilícitos denominado de saco azul, que para realizar tais operações transferiu 7,75 bilhões de euros a uma offshore denominada Savoices.

A revelação foi feita nesta quinta-feira pela revista Visão que teve acesso ao interrogatório a Ricardo Salgado, em Janeiro passado, onde o ex-banqueiro foi confrontado com os novos elementos recolhidos pelos investigadores.

Segundo a revista, entre as justificativas apresentadas por Salgado para estes vultosos movimentos financeiros, está “compensar a equipe que acompanhava as gestões entre a operadora brasileira Oi e a Portugal Telecom”.

Salgado teria levado a administração da Portugal Telecom a realizar um pagamento de 500 mil euros, através de "pretensos contratos" de prestação de serviços com a sociedade de advogados Abrantes Serra, que já foi alvo de buscas no âmbito deste processo e onde foram encontrados documentos com anotações manuscritas, com referência à Vivo, Telemar e Brasil Telecom, juntamente com cópias do passaporte do próprio José Dirceu.

Além das articulações delituosas envolvendo o braço direito de Lula, as investigações apontam para as relações trianguladas diretamente entre Lula, Odebrecht e José Sócrates, azeitadas por viagens de Lula a Portugal custeadas pela Odebrecht, entre outras, para o lançamento de um livro de Sócrates, A Confiança no Mundo.

Em 2014, coincidentemente pouco antes de ser preso, Sócrates, por sua vez, veio ao Brasil para conversas intermediadas por Lula, com a equipe de governo na área da Saúde, incluindo os ex-ministros Arthur Chioro e Alexandre Padilha, para acertos em torno do fornecimento de plasma sanguíneo pela multinacional suíça Octapharma, que à época representava oficialmente e da qual recebia um salário de 12 mil euros por mês a título de “consultoria”. O intermediário entre Sócrates e a Octapharma, Lalanda e Castro, que acompanhou Sócrates nessa viagem ao Brasil, também é denunciado por subornos para favorecer a farmacêutica suíça junto a hospitais portugueses e cumpre prisão domiciliar.


 


Capa
Página 2
Página 3

Atos dizem NÃO a Temer & súcia em defesa da Previdência e CLT

Lula diz que quer resolver o “problema” da Previdência com Henrique Meirelles

Lava Jato quer punir criminosos, mas presidente do TSE se reúne com eles no Palácio do Planalto

STF vê indícios de crime ambiental em Padilha

Diretor da Odebrecht reafirma que Palocci é o “Italiano”

O sr. Rodrigo Maia e o desnudo da “reforma trabalhista” (Marco Antonio Campanella)

Supremo aceita denúncia contra deputado petista

Página 4 Página 5

SP: Metalúrgicos param vias contra assalto à Previdência

Estivadores enfrentam repressão da PM durante protesto em Santos

“Se a PEC passar, a polícia vai parar”, alertam agentes federais e civis durante manifestação

“PEC é retrocesso inadmissível que a sociedade brasileira não pode aceitar”, diz presidente da OAB

Justiça manda governo Temer retirar propaganda enganosa sobre reforma

Transporte para e população aplaude metroviários em greve

ESPORTES - Zagueiro marca e Palmeiras vence no apagar das luzes

Página 6

“Lava Jato” lusa flagra o conluio Odebrecht, Lula e premiê Sócrates

Lava-Jato flagra propina da Odebrecht por obra de hidrelétrica em Portugal

Argentinos promovem barulhaço contra tarifaço de Macri e arrocho que provoca o desemprego

Holanda: presepada antimuçulmana às vésperas da eleição dá vitória apertada a Rutte sobre Wilder

Herói grego condena os “ajoelhados diante dos poderes estrangeiros”

Guatemaltecos exigem renúncia de Jimmy Morales após a morte de 40 meninas asfixiadas

25 mil camponeses marcham até o Palácio Nacional: “Fora Jimmy” 

Página 7

Trump libera execuções com drones da CIA e desativa ‘terças da morte’

Justiça americana bloqueia novo decreto anti-imigrantes de Trump

Fed sobe 0,25% mas juro continua negativo


França: candidato François Fillon é indiciado por ter agraciado mulher e filhos com empregos-fantasma

“Escândalo dos nudes”: e como fica o moral da tropa na hora de tocar o terror “do alto de Montezuma às praias de Trípoli”?


Papa critica adoradores do dinheiro que fecham as fábricas e os empregos


Premiê Li Keqiang saúda ‘grande progresso do comércio sino-russo’

Intercâmbio Irã-Rússia cresceu 80% em 2016
 

Página 8

Os auditores fiscais da Receita contra as mentiras do governo sobre a Previdência