Tillerson provoca: “Irã ‘sem controle’ pode virar outra Coreia”
 

Após o ataque ilegal dos EUA contra a Síria com 59 mísseis Tomahawk, o lançamento de uma superbomba contra o Afeganistão e as ameaças de guerra à Coreia Popular, o Exxon-boy Rex Tillerson, secretário de Estado de Trump, fez nova provocação, desta vez contra o Irã, dizendo que “sem controle”, pode virar “outra Coreia”.

Tillerson admitiu que o Irã até aqui cumpriu todo o que está estabelecido no acordo com as seis potências [Rússia, China, Inglaterra, França, Alemanha e os próprios EUA], mas insistiu em que o acordo – que Trump diz que é “o pior de todos” - “fracassou em seu objetivo”. Ele também acusou o Irã de “provocações alarmantes”.

“Um Irã sem restrições tem o potencial de seguir o mesmo caminho que a Coreia do Norte e levar consigo o resto do mundo. Os Estados Unidos querem evitar uma segunda prova de que a paciência estratégica é uma tática falida”, afirmou o diplomata de canhoneiras e membro presumido do Comitê de Libertação do Petróleo do Cáucaso.

Tillerson anunciou que o governo Trump está fazendo uma “revisão” do acordo nuclear firmado por em 2015 pelo governo de Obama. A provocação teve como pretexto o relatório sobre o cumprimento do acordo por parte do Irã que é divulgado a cada 90 dias, e o desta quinta-feira foi o primeiro sob responsabilidade do governo Trump. Segundo Tillerson, o acordo existente “somente atrasa a intenção do país se converter num Estado nuclear”.

 

Capa
Página 2
Página 3

Notas fiscais falsas provam que Bittar é laranja do sítio de Atibaia

Sérgio Moro desmente apoio ao substitutivo do projeto para perseguir juízes e procuradores

Randolfe: “relatório de Requião parece que foi feito pela associação dos advogados dos réus da Lava Jato”

Odebrecht pagou Pastor Everaldo para ajudar Aécio

Papa repele as “soluçoes superficiais” com base na ‘esfera meramente financeira’

João Santana e Mônica Moura confirmaram que propina irrigou as campanhas de Lula e Dilma

Odebrecht: Paulo Bernardo recebeu R$ 934 mil de propina e Gleisi R$ 5 milhões para sua campanha

Página 4 Página 5

Policiais invadem o Congresso:  ‘tirem as mãos da Previdência’

‘Policiais estão dando a resposta. Vamos derrotar essa PEC’, diz Bira

Petroleiros aprovam apoio à greve geral no dia 28

Portuários do Rio param dia 28: “Vamos à luta contra os retrocessos e barrar essas propostas”

“Agora é greve! Vamos cruzar os braços e deixar claro para o governo: nenhum direito a menos”, diz Sintetel

USP adere à greve e marca protestos na região

Frente de Magistrados e Ministério Público: “Reforma trabalhista é o maior projeto de retirada de direitos desde a CLT”

Taubaté: Volks coloca 3,6 mil em férias coletivas

ESPORTES: Inter vence Corinthians e avança na Copa do Brasil

 

 

 

Página 6

Assange: “CIA ameaça WikiLeaks para ocultar seus assassinatos”

Californianos promovem ato em apoio a projeto-lei que oferece saúde para todos

Liberdade para Marwan Barghouti

Manifestações contra e a favor de Maduro reúnem milhares e choques resultam em mortos e feridos

Polícia política venezuelana invade a residência do general opositor Alcalá

Artigo de Barghouti no NYT e o ritual israelense de negação e engodo

EUA: setor de restaurantes sofre queda de 3,7% após 11 meses consecutivos de retração

Página 7

 Desastre de Hollande leva a França a eleição imprevisível

Premiê inglesa quebra promessa e antecipa eleição na tentativa de encolher bancada oposicionista

‘Poderosa armada’ de Trump desvia para a Austrália


Tillerson provoca: “Irã ‘sem controle’ pode virar outra Coreia”

Evo Morales conclama líderes políticos a repudiar as ameaças de intervenções militares do Império

Coreia Popular festeja o 105º aniversário de Kim Il Sung

Página 8

Nelson Werneck Sodré: a obra de José de Alencar na História - (4)

Publicidade