Ciro: foi Lula quem “empoderou” Temer

O ex-governador Ciro Gomes (PDT/CE) afirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o grande culpado pela momento político “trágico” que o país está vivendo, porque foi o responsável por colocar Michel Temer (PMDB) na linha de sucessão presidencial.

“Foi ele que empoderou esse lado podre do PMDB, entregando, por exemplo, Furnas, e as ‘burras’ de dinheiro de Furnas, pro seu Eduardo Cunha subornar parlamentares e virar presidente da Câmara”, afirmou.

Ele contou, durante entrevista à BBC Brasil, em Londres, que quando a notícia procurou Lula para alertá-lo, mas foi em vão. “Abri a biografia do Eduardo Cunha como ladrão, ladrão da Telerj, ladrão da Cedae, ladrão do fundo de pensão da Companhia Habitacional do Rio de Janeiro. E ele me disse categoricamente que estava sendo chantageado e que não daria, e no dia seguinte nomeou”, disse.

“Eles quiseram subornar políticos para ter mais tempo de televisão e quiseram amordaçar as possibilidades de CPI. Essas são as duas únicas razões pelas quais se montou essa máquina de podridão no país, que está sangrando o Brasil”, acrescentou.

Ciro também criticou a provável candidatura de Lula à presidência em 2018. “Acho que nesse momento a candidatura dele desserve ao país e desserve a ele próprio”, comentou, assinalando que como candidato “ele racha o país em bases odientas, rancorosas, violentas”. “O Brasil precisa desesperadamente de um projeto novo, de novas práticas, de experimentar novas premissas do jogo político”, argumentou.

O ex-governador ressaltou também que o governo Dilma foi “um desastre completo”, caracterizado por um “desfinanciamento estratégico” do país, “que tem um padrão de consumo importado, que apresenta déficits gigantescos e que eram mascarados com o boom de commodities”. “Quando as commodities caíram, foram fazer renúncia fiscal e foram arrebentando o país”, frisou.
“E para resolver o problema chamaram o (Joaquim) Levy, que é quinto nível e em experiência anterior no serviço público quebrou o Rio de Janeiro, para ser o ministro da Fazenda. Dá vontade de rir para não chorar. Na maior depressão da história, coloca a maior taxa de juro na história”, ressaltou.

Questionado sobre a gestão de Michel Temer, Ciro comentou que está em dúvida se o governo é uma “quadrilha”, um grupo de “patetas ou outra coisa pior”.
 


 

  

Capa
Página 2
Página 3

Salvação do Brasil é ter eleições gerais já!

Molon protocola pedido de impeachment

Fachin afasta Aécio do Senado

Agendas e foto desmentem Lula

Okamoto e Vaccari na agenda de Léo Pinheiro (Carlos Lopes)

JBS: Mantega recebia a propina e distribuía

Página 4 Página 5

Paim: ‘Quem votar pela PEC da Previdência não volta em 2018’

Com manifestações e panelaço, povo vai às ruas após divulgação de gravações de Temer

“Paramos o Brasil e agora vamos ocupar Brasília”, convocam Centrais em manifesto

Se ‘reforma trabalhista’ for aprovada, Justiça do Trabalho acaba em 5 anos, afirma ministro do TST

Contrato ‘autônomo’ deixará trabalhador sem direitos e garantias, denuncia Juiz

Metalúrgicos de todo o país preparam acampamento no Congresso contra “reformas”

GM deixa 1,5 mil em layoff por 5 meses em São José

ESPORTES - Na Argentina, Flamengo é eliminado da Libertadores

 

Página 6

Gregos em greve geral rechaçam arrocho. Perdas chegam a 52,6%

Mídia cai no ridículo ao divulgar balela de que o cyberataque veio da RPDC

Argentina: professores e estudantes marcham contra ataque de Macri a universidade pública

José Dirceu recebeu R$ 4,3 milhões para facilitar contubérnio Oi/Portugal Telecom

Professores colombianos param por “reajuste que responda à inflação”

Boicote, desinvestimento e sanções a Israel em defesa dos palestinos

Página 7

Homeland aperta em Washington DC cerco ao presidente Trumpov

Chelsea Manning agradece apoio que recebeu do mundo todo ao ser libertada de Fort Leavenworth

Ford anuncia demissão de 20 mil trabalhadores

Marcelo Odebrecht confirma à Procuradoria Geral do México seus subornos na Pemex

Casa Branca nomeia advogado de bancos para regular a moeda

Cruz Vermelha encontra 115 cadáveres na República Centro-Africana, sob intervenção da França

Polícia algema criança de 7 anos em escola nos EUA

Trump suspende plano de mudar a embaixada dos EUA para Jerusalém

Página 8

A Baronesa de Grajaú e outros casos da piedosa caridade dos escravagistas - (3)