“Paramos o Brasil e agora vamos ocupar Brasília”, convocam Centrais em manifesto 

“Paramos o Brasil! Agora vamos ocupar Brasília no dia 24 de Maio”, convocam as centrais sindicais em jornal unitário de convocação para a marcha contra as reformas trabalhista e da previdência.

No manifesto, a categoria denuncia que, “caso a reforma seja aprovada, a idade mínima para a aposentadoria será de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres. Com no mínimo 25 anos de contribuição”, explicam as centrais, afirmando ainda que para o trabalhador ter direito a 100% do benefício será necessário contribuir por 40 anos.

Conforme a proposta, trabalhadores expostos a atividades perigosas ou insalubres terão que contribuir por, no mínimo, 20 anos, e só se aposentam aos 55 anos. Atualmente esta categoria de trabalhadores tem direito à aposentadoria integral com 15, 20 ou 25 anos de trabalho, dependendo do risco. “Na regra atual, cumprido o tempo de contribuição, o cálculo é de 100% da média salarial. Com a nova regra, esta média partirá de 70%”, destacam as centrais.

As centrais também denunciam no documento as manobras de Temer para acabar com a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Conforme o movimento, entre o conjunto de crueldades aprovada pelos deputados está a possibilidade para que negociações entre trabalhadores e empresas estejam acima da Lei, modificando diversos benefícios. Entre as modificações estão: redução do intervalo para repouso e alimentação para apenas 30 minutos, salário inferior ao mínimo para quem trabalha até 30 horas por semana, fim do pagamento das horas gastas no transporte até a empresa, jornada de trabalho diária sem limite, possibilidade de trabalho remoto sem garantias, entre outras maldades.

“Por tudo isso, nós, brasileiros e brasileiras, temos que reagir com urgência para impedir que os parlamentares deem continuidade a este desmonte! No dia 24 de maio vamos ocupar Brasília para barrar estas reformas!”, ressaltam.

 

Capa
Página 2
Página 3

Salvação do Brasil é ter eleições gerais já!

Molon protocola pedido de impeachment

Fachin afasta Aécio do Senado

Agendas e foto desmentem Lula

Okamoto e Vaccari na agenda de Léo Pinheiro (Carlos Lopes)

JBS: Mantega recebia a propina e distribuía

Página 4 Página 5

Paim: ‘Quem votar pela PEC da Previdência não volta em 2018’

Com manifestações e panelaço, povo vai às ruas após divulgação de gravações de Temer

“Paramos o Brasil e agora vamos ocupar Brasília”, convocam Centrais em manifesto

Se ‘reforma trabalhista’ for aprovada, Justiça do Trabalho acaba em 5 anos, afirma ministro do TST

Contrato ‘autônomo’ deixará trabalhador sem direitos e garantias, denuncia Juiz

Metalúrgicos de todo o país preparam acampamento no Congresso contra “reformas”

GM deixa 1,5 mil em layoff por 5 meses em São José

ESPORTES - Na Argentina, Flamengo é eliminado da Libertadores

 

Página 6

Gregos em greve geral rechaçam arrocho. Perdas chegam a 52,6%

Mídia cai no ridículo ao divulgar balela de que o cyberataque veio da RPDC

Argentina: professores e estudantes marcham contra ataque de Macri a universidade pública

José Dirceu recebeu R$ 4,3 milhões para facilitar contubérnio Oi/Portugal Telecom

Professores colombianos param por “reajuste que responda à inflação”

Boicote, desinvestimento e sanções a Israel em defesa dos palestinos

Página 7

Homeland aperta em Washington DC cerco ao presidente Trumpov

Chelsea Manning agradece apoio que recebeu do mundo todo ao ser libertada de Fort Leavenworth

Ford anuncia demissão de 20 mil trabalhadores

Marcelo Odebrecht confirma à Procuradoria Geral do México seus subornos na Pemex

Casa Branca nomeia advogado de bancos para regular a moeda

Cruz Vermelha encontra 115 cadáveres na República Centro-Africana, sob intervenção da França

Polícia algema criança de 7 anos em escola nos EUA

Trump suspende plano de mudar a embaixada dos EUA para Jerusalém

Página 8

A Baronesa de Grajaú e outros casos da piedosa caridade dos escravagistas - (3)