Marcelo Camargo/ABr

 

Meirelles anuncia pelo twitter que o desemprego só vai cair em agosto

Para falsificar o suposto fim da recessão, o sr. Meirelles anunciou pelo Twitter a queda do desemprego a partir de agosto.  Só não explicou como vai acontecer esse exercício de “futurologia”.  Afinal, que mudou na política econômica responsável pelos 14 milhões de desempregados no país? Nada. A mesma política neoliberal desde o governo Dilma.

No entanto, se ele diz que o desemprego vai “cair” em agosto, significa dizer que em junho e julho vai continuar aumentando.

Nada mais é do que a situação real do país. A produção industrial caiu em 12 dos 15 locais pesquisados em abril, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), desmontando a farsa do “fim da recessão”.

“Pela primeira vez em três anos, em abril o desemprego parou de subir. E a partir de agosto esta taxa deve começar a cair”, asseverou Meirelles. Em que base? Nenhuma.

O desastre econômico provocado pela submissão de Dilma e Temer aos bancos é responsável pela demissão recorde de 14,2 milhões de trabalhadores, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra Domiciliar (PNAD), do IBGE, referentes ao primeiro trimestre de 2017.

Após reunião na segunda-feira (12) com especuladores, organizada pelo Bank of America Merrill Lynch, Meirelles, afirmou no Twitter: “Mostramos que medidas adotadas no último ano garantiram o fim da recessão, queda da inflação e juros - o que preserva a renda dos brasileiros”. Declaração para molhar os beiços dos banqueiros, já que a política do governo Temer é de manter os juros reais mais altos do mundo.

VALDO ALBUQUERQUE
 

 

 

 

Capa
Página 2
Página 3

TSE livra chapa Dilma-Temer e vota pela ditadura da propina

“Quem sou eu para dar palpite sobre decisão judicial?”, diz Lula

Gilmar defende impunidade para PMDB, PT e PSDB

Comandante do Exército faz reunião com generais e “a reserva pro-ativa”

A luta pelo Brasil em um novo partido (João Vicente Goulart)

Benjamin: “É incontestável a ocorrência de tais crimes”

Fux: os fatos são gravíssimos

OAB: “Michel Temer precisa prestar contas à sociedade”

TSE descumpriu a decisão do STF, diz Rede Sustentabilidade

Página 4 Página 5

Cresce adesão de categorias em apoio à greve geral dia 30

Curitiba: servidores invadem Câmara e barram votação de pacote que congela salários e arrocha o município

Senadores Paulo Paim e Randolfe repudiam relatório favorável ao PL da reforma trabalhista

Servidores municipais de Alagoas entram em greve por tempo indeterminado contra reajuste salarial zero

Morre mais um funcionário após acidente em sonda da Odebrecht

Luta contra retirada de direitos marca 8º Congresso da Força

ESPORTES - Seleção goleia a Austrália em amistoso de Melbourne : 4 a 0

 

Página 6

Banimento de Trump a entrada de muçulmanos tem segundo revés

Depoimento de Comey no Congresso deixa Trump sem tuitar por 36 horas

‘Juízes ilegítimos’ mantêm farsa da ‘constituinte’ de Maduro, denuncia procuradora-geral venezuelana

Ministra da Cultura de Israel chama de ‘provocação’ a apresentação de poema do palestino Darwish

Polícia de Bogotá reprime o ato de professores contra arrocho salarial

Exército da Síria limpa a fronteira sírio-iraquiana de terroristas do EI

Aiatolá Khamenei responde a Trump:“EUA é o real promotor do terrorismo”

Página 7

Desforra: franceses quase varrem ‘socialistas’. Menos 250 deputados

Mrs. May dá tiro no pé e perde a maioria na eleição antecipada

Saif al Islam, filho de Kadafi, é libertado depois de seis anos sequestrado na Líbia

Senador Ronaldo Caiado, líder do DEM: “o TSE liberou geral”

Ministro Admar foi advogado de Dilma, questionou o vice-procurador-geral eleitoral
 

Vai pedir mais verbas: chefe do Pentágono diz que Rússia e China já superam o poderio dos EUA


     Teerã envia aviões com comida e rompe embargo saudita ao Catar



    
 

Página 8

O manual da canalhice - ou como Temer escapou no TSE