Curitiba: servidores invadem Câmara e barram votação de pacote que congela salários e arrocha o município 

Os servidores municipais de Curitiba bloquearam a entrada e invadiram a Câmara de Vereadores, na última terça-feira, 13, na capital paranaense, para barrar a votação de quatro dos 12 projetos do chamado “pacotaço” de maldades do prefeito Rafael Greca (PMN), que prevê o congelamento de salários e planos de carreira, aumento da contribuição previdenciária dos servidores, de 11% para 14%, permite o saque de R$ 600 milhões do Instituto de Previdência dos Servidores, entre outras medidas.

A invasão foi realizada pela categoria durante a tarde de terça-feira. A Câmara estava impedindo a entrada de servidores na sessão, por determinação do presidente da casa, vereador Serginho do Posto (PSDB), alegando questões de segurança. O pacote de Greca, além de arrochar os servidores, cria uma lei que estabelece um teto de gastos com pessoal, que não poderá superar 70% do crescimento da receita corrente líquida registrada no ano anterior.

Durante a manhã, centenas de servidores realizaram um cerco em torno da Câmara, bloqueando a entrada dos vereadores. Parlamentares que tentavam romper o bloqueio aumentavam a tensão no local. Houve troca de farpas e empurra-empurra entre vereadores e servidores. A sessão chegou a ser aberta no final da manhã, porém foi suspensa logo depois de uma tentativa de negociação. No final da tarde, quando as negociações ainda ocorriam, os manifestantes forçaram a entrada de umas das portas de acesso da “Casa do povo” - ou que se entende ser do povo -, invadindo o plenário e chegando até ao gabinete da presidência. Na confusão, a porta de vidro e janelas do Anexo I da Câmara foram quebradas. Os servidores só desocuparam a Câmara à noite, após assembléia da categoria que deliberou pela desocupação e pela continuidade da greve geral dos servidores públicos.

Acuados, os vereadores suspenderam a tramitação do “pacotaço” até a próxima terça, dia 20. Até lá, houve promessas por parte do governo de se reunir com a categoria, para discutir possíveis mudanças no projeto.

Na quarta de manhã, a mobilização continuou com uma grande manifestação que saiu da Câmara até a sede da Prefeitura. “Até o momento não houve negociação real. Os vereadores da bancada do tratoraço foram intransigentes e insistem em votar o pacotaço na próxima semana. Como não houve avanço, a greve continua”, afirma o Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Curitiba (Sismmac).


Capa
Página 2
Página 3

Procuradores: MP 784 é afronta à Lava Jato

Por 3 a 2, 1ª Turma do STF decide manter a irmã de Aécio na prisão

Aécio desrespeita decisão do STF, diz Janot

Juristas pedem investigação para apurar delitos de Gilmar Mendes

Ato de filiação de João Vicente Goulart ao PPL será na Assembleia Legislativa de SP

Joaquim Barbosa: “a decisão correta é convocar o povo”

Reale: “cúpula do PSDB faz acordo espúrio com Temer”

Fachin nega pedido de Lula para suspender ação do Triplex

Página 4 Página 5

Cresce adesão de categorias em apoio à greve geral dia 30

Curitiba: servidores invadem Câmara e barram votação de pacote que congela salários e arrocha o município

Senadores Paulo Paim e Randolfe repudiam relatório favorável ao PL da reforma trabalhista

Servidores municipais de Alagoas entram em greve por tempo indeterminado contra reajuste salarial zero

Morre mais um funcionário após acidente em sonda da Odebrecht

Luta contra retirada de direitos marca 8º Congresso da Força

ESPORTES - Seleção goleia a Austrália em amistoso de Melbourne : 4 a 0

 

Página 6

Webb: ‘Cortes neoliberais fazem de prédio londrino tragédia anunciada’

“Russia pode fornecer asilo a ex-diretor do FBI” ironiza Putin

Estudantes venezuelanos rechaçam farsa constituinte de Maduro e entrega das riquezas do “Arco Mineiro”

Bolívia: Ministério do Exterior exige que bolivianos presos pelo Chile, ao deterem contrabandistas, sejam liberados

Implicado em subornos da Odebrecht, ex-presidente do Panamá é preso em Miami

Macri corta pensões de 170 mil portadores de necessidades especiais

Página 7

EUA lança bombas de fósforo branco contra cidade de Mossul

Espanha: Banco Popular quebra e é vendido ao Santander por 1 euro

Comitê pela Reunificação conclama todos os coreanos a manter no alto a bandeira da pátria independente e unida

“Plano da Europa para refugiados fracassou”, afirma o alto comissário das Nações Unidas

O tamanho real do desemprego nos EUA
 

Página 8

João Goulart: a luta e as conquistas que corruptos e entreguistas querem usurpar