Senadores Paulo Paim e Randolfe repudiam relatório favorável ao PL da reforma trabalhista 

Na última quarta-feira, 14, no Senado Federal, o relator do projeto da reforma trabalhista (PLC 38), Ricardo Ferraço, foi criticado por parlamentares após apresentar parecer favorável ao texto. Segundo os senadores, com seu voto, o relator abriu mão de legislar.

O projeto de ataque aos direitos trabalhistas, desde que chegou ao Senado, tem sido alvo de críticas por parte dos senadores. Porém, a matéria segue tramitando a toque de caixa pelas comissões, sem quaisquer alterações em seus dispositivos para não voltar à Câmara dos Deputados. Ao ler seu relatório, Ricardo Ferraço deu parecer favorável ao projeto mesmo vendo problemas no texto, e desconsiderou as quase duzentas emendas apresentadas pelos senadores. Segundo Ferraço - que se prestou apenas a ler a versão resumida do relatório na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) - o texto não agride a Constituição Federal, e nem aos direitos já conquistados dos trabalhadores.

Os senadores da oposição apresentaram votos em separado e rejeitaram o relatório. Durante seu voto, o senador Paulo Paim (PT-RS) afirmou que a reforma "não criará emprego. Aumentará o desemprego", além de piorar as condições de trabalho e os salários: "O patrão vai chegar e dizer: você abre mão de seus direitos ou está no olho da rua. O que você vai fazer? Vai ter que aceitar”. Além de várias outras medidas absurdas com a mulher gestante "podendo trabalhar em situação insalubre, periculosa. O projeto libera essa possibilidade". Para o parlamentar, "isso não é modernizar as leis trabalhistas. É escravizar. É revogar a lei áurea”, denunciou Paim.

Já o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) encerrou a leitura de seu voto, pedindo a rejeição do projeto que muda a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). O senador disse que está diante “do maior assalto já tentado contra a dignidade do trabalhador brasileiro na história recente”. “Que as futuras gerações de trabalhadores brasileiros não se vejam sob a égide dessa reforma que os atirará sem proteção à cova dos leões, submetidos à precarização extrema e aos empregos de baixa qualidade”, afirmou.

Votaram também em separado e contrário ao relator a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) e a senadora Lídice da Mata (PSB-BA). O projeto deverá ser votado na Comissão no início da próxima semana.

 

Capa
Página 2
Página 3

Procuradores: MP 784 é afronta à Lava Jato

Por 3 a 2, 1ª Turma do STF decide manter a irmã de Aécio na prisão

Aécio desrespeita decisão do STF, diz Janot

Juristas pedem investigação para apurar delitos de Gilmar Mendes

Ato de filiação de João Vicente Goulart ao PPL será na Assembleia Legislativa de SP

Joaquim Barbosa: “a decisão correta é convocar o povo”

Reale: “cúpula do PSDB faz acordo espúrio com Temer”

Fachin nega pedido de Lula para suspender ação do Triplex

Página 4 Página 5

Cresce adesão de categorias em apoio à greve geral dia 30

Curitiba: servidores invadem Câmara e barram votação de pacote que congela salários e arrocha o município

Senadores Paulo Paim e Randolfe repudiam relatório favorável ao PL da reforma trabalhista

Servidores municipais de Alagoas entram em greve por tempo indeterminado contra reajuste salarial zero

Morre mais um funcionário após acidente em sonda da Odebrecht

Luta contra retirada de direitos marca 8º Congresso da Força

ESPORTES - Seleção goleia a Austrália em amistoso de Melbourne : 4 a 0

 

Página 6

Webb: ‘Cortes neoliberais fazem de prédio londrino tragédia anunciada’

“Russia pode fornecer asilo a ex-diretor do FBI” ironiza Putin

Estudantes venezuelanos rechaçam farsa constituinte de Maduro e entrega das riquezas do “Arco Mineiro”

Bolívia: Ministério do Exterior exige que bolivianos presos pelo Chile, ao deterem contrabandistas, sejam liberados

Implicado em subornos da Odebrecht, ex-presidente do Panamá é preso em Miami

Macri corta pensões de 170 mil portadores de necessidades especiais

Página 7

EUA lança bombas de fósforo branco contra cidade de Mossul

Espanha: Banco Popular quebra e é vendido ao Santander por 1 euro

Comitê pela Reunificação conclama todos os coreanos a manter no alto a bandeira da pátria independente e unida

“Plano da Europa para refugiados fracassou”, afirma o alto comissário das Nações Unidas

O tamanho real do desemprego nos EUA
 

Página 8

João Goulart: a luta e as conquistas que corruptos e entreguistas querem usurpar