Premiê May oculta relatório sobre os financiadores de terroristas para acobertar Arábia Saudita, diz a oposição

O governo inglês anunciou que não tornará público o relatório sobre fontes de financiamento a grupos terroristas e recebeu ampla condenação por parte da oposição no Parlamento. A decisão foi anunciada pelo secretário do Interior, Amber Rudd, na quarta-feira (12). “Depois de aconselhado, decidi não publicar o relatório secreto. Isto se deve ao volume de informações e por razões de segurança nacional”, asseverou.

A decisão pela não publicação do relatório causou grande protesto entre os partidos da oposição. Para o líder liberal democrata, Tim Farron, o extremismo só pode ser enfrentado se as informações forem completamente divulgadas, independentemente das consequências em relação aos impactos diplomáticos.

“Não podemos discutir as causas do terrorismo na Inglaterra sem a divulgação completa dos estados e instituições que financiam o extremismo em nosso país. Ao invés de apoiar os perpetradores dessas ideias desprezíveis, o governo deve nomeá-las e embaraçá-las - incluindo os chamados aliados, como a Arábia Saudita e Qatar, se necessário”, disse o parlamentar ao Business Insider.

Farron ainda afirmou que tais posturas fazem “parecer que o governo, mais uma vez, está colocando a suposta amizade com a Arábia Saudita acima dos nossos valores. Essa decisão de má qualidade é a mais recente nessa trajetória que vem colocando os lucros acima dos princípios”.

A líder do Partido Verde, Caroline Lucas, também se somou às criticas contra o que chamou de “decisão inaceitável”. “A declaração [de Rudd] não dá absolutamente nenhuma pista sobre os países que financiam o extremismo - deixando o governo exposto a novas alegações sobre sua recusa a expor os esquemas do dinheiro da Arábia Saudita para o terrorismo na Inglaterra”.

O relatório foi encomendado pelo então primeiro-ministro, David Cameron, e foi finalizado há seis meses.

 

Capa
Página 2
Página 3

“Lula agiu com culpabilidade extremada”, afirma juiz Moro

Moro a Lula: a lei ainda está acima de você

Maluf garante que Temer é honesto

Geddel sai da Papuda para prisão domiciliar

Deputado acusa Temer de obstruir a Justiça

Para Major Olímpio, Temer implantou na CCJ uma “cafetinagem parlamentar”

Temer pede R$ 600 mil de Joesley como indenização

Farsantes Michel Temer e Maia prometeram MP para dar golpe na CLT

Página 4 Página 5

Randolfe: ‘senadores assinaram a mais cruel lei aqui já aprovada’

Mulher grávida poderá trabalhar em locais que causam riscos à saúde

“Povo foi traído por um Congresso vendido e ladrão. Eleições gerais já”, defende Paim

Ministério Público do Trabalho exige veto total ao PL e denuncia inconstitucionalidade ao STF

Conlutas: ‘Ataque aos direitos trabalhistas foi aprovado por parlamentares que estão no bolso da Odebrecht’

Bira: Congresso aprovou um projeto rejeitado pelo povo

ESPORTES - Timão 2 x 0 Palmeiras: quem para o Corinthians?

 

Página 6

“Pátria ou dólar”: a luta do povo argentino contra a parasitagem

Ministério Público do Peru requer prisão de ex-presidente Humala que Odebrecht subornou

“Assad teria 90% dos votos numa eleição na Síria”, afirma senador norte-americano

Procuradora-geral da Venezuela afirma que permanece “no cargo para defender a democracia”

Marea Socialista: “Resta à Venezuela retomar a Constituição de Hugo Chávez”

Página 7

Mossul arrasada pelas bombas ianques: 1 milhão de desalojados

      Lavrov: evacuação caótica de Mossul fez com que mais pessoas morressem

    
Trump Jr. chamado para fazer uma ponta no novelão “os russos estão chegando”

     Premiê May oculta relatório sobre os financiadores de terroristas para acobertar Arábia Saudita, diz a oposição

Congo frustra tentativa de ‘viúvas’ de Mobuto para assassinar líder do PC e aliado do presidente Kabila

     A Índia, 2º país mais populoso, adota política de planejamento familiar

    Chanceler de Omã visita o Irã por solução para crise no Golfo

 

Página 8

“Anna Karenina” vai abrir a 4ª Mostra Mosfilm no Brasil

Diretor Karen Shakhnazarov estará presente na abertura da Mostra

Publicidade