Operação ‘Gotham City’ busca Batman e Robin em Curitiba

Para prender dois empresários acusados de fraudes no setor de transportes no Rio de Janeiro conhecidos como “Batman” e “Robin”, um novo desdobramento da Operação Ponto Final, a Polícia Federal foi deflagrado, nesta quarta-feira (9), a Operação “Gotham City”, que faz referência à cidade onde vivem os super-heróis nos quadrinhos.

O primeiro investigado, Nuno Canhão Bernardes Gonçalves Coelho, o “Batman”, foi preso em Curitiba. O segundo, Guilherme Neves Vialle, o “Robin”, no entanto, foi para o exterior e será alvo de busca da Interpol. A pedido da PF, Vialle já foi incluído no alerta de difusão vermelho da polícia internacional.

Outros seis mandados de busca foram autorizados pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal/RJ, e estão sendo cumpridos em Curitiba.

De acordo com a Polícia Federal, uma empresa do ramo de engenharia, com sede no Rio de Janeiro, era gerenciada por “Batman” e “Robin”. Eles utilizavam a empresa para operações de lavagem de dinheiro que tinha como origem os desvios de dinheiro público e de pagamento de propina por parte da Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor).

Além disso, segundo a Polícia Federal os dois ocultavam o patrimônio do ex-presidente do Detro (Departamento de Transporte Rodoviário) do Rio, Rogério Onofre, que é acusado de ter recebido R$ 43 milhões de empresários de ônibus.

“Batman” e “Robin” são sócios da empresa VCG Empreendimentos Imobiliários e da Koios Participações. De acordo com as investigações, Onofre e sua mulher, Dayse Neves, compraram 11 imóveis que pertenciam ao grupo dos empresários, mas declararam em cartório apenas 50% do custo real das aquisições.


Capa
Página 2
Página 3

PT, PMDB e PSDB legalizam a propina com fundo de R$ 3,6 bi

Pré-presidiário ouve vaias e “Fora Temer”

Temer copia Lula e ataca o procurador-geral

Temer e futura procuradora se reúnem escondidos

Presidenta do PT depõe dia 28 no STF

Turma do TRF-4 decide manter Vaccari preso

STF homologa confissão de Pedro Corrêa, do PP

Podemos defende a Lava Jato em programa na TV

Página 4 Página 5

Servidor convoca mobilização contra ataque ao setor público

COBAP: aposentados do nordeste vão às ruas contra assalto às aposentadorias

São Paulo: assembleias nas fábricas aprovam campanha de resistência à “reforma trabalhista”

Confederação Brasileira dos Policiais Civis reafirma: ‘Somos totalmente contrários à reforma da Previdência’

Mudança na CLT coloca em risco 13º e pode levar à redução salarial, denunciam Estivadores de Santos

Revogar a inconstitucional e fraudulenta reforma trabalhista - Gabriel Pereira

EDITAL - Libertadores: Grêmio vence e avança às quartas de final

 

 

Página 6

UE constrói campos de concentração para refugiados na devastada Líbia

ONU: 20 milhões atingidos pela fome em guerras no Iêmen, Sudão do Sul e Somália

Governo venezuelano prende ex-dirigente do PSUV que denunciou corrupção na PDVSA

Constituinte: apego ao poder e riscos para a Venezuela

Crescimento da Bolívia, cerca de 5% ao ano, por 8 anos inclui a duplicação da demanda de energia elétrica

Israel ameaça fechar escritório da rede Al Jazeera e banir jornalistas

EUA desdenha solicitação do governo japonês para que suspenda voos militares sobre a ilha de Okinawa s

 

Página 7

 Tropas norte-americanas e mercenários invadem Iêmen com tropas e mercenários

      Dispara número de mortes de migrantes na fronteira México-EUA: 50 só em julho

      Governo sírio lembra à ONU que EUA opera de forma ilegal no país e cobra sua retirada

      Enquanto derrete o apoio popular a Macron, Parlamento avaliza desmonte da CLT francesa

     Pesquisa apura que uma em cada seis crianças nos EUA tem seus estudos prejudicados devido à fome


     Trump ameaça a Coreia Popular com “fogo e fúria como nunca se viu antes”, dois dias após os 72 anos de Hiroshima


 

Página 8

“O triplex não é meu” ou as provas que Lula garante que não existem (8)